Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aqui, é o que me apetece!!

Não só o que me apetece, mas quando me apetece e sobre o que me apetecer! Tenho dito!... E vou continuar a dizer!



Quinta-feira, 30.10.14

Preciso de prescrição médica para mulher-a-dias

Quando o meu filho, ainda bebé, fez uma bronquiolite, o pediatra deu-nos uma prescrição médica para uma máquina de vapores, para que:

  • Não tivéssemos de fazer o tratamento no hospital, entupindo dessa forma, os serviços com situações não propriamente urgentes;
  • O tratamento pudesse ser feito calmamente, em casa, de maneira a que o pequeno, ainda bebé, estivesse mais tranquilo e inalasse a medicação corretamente;
  • A despesa com a máquina – caríssima – pudesse entrar nas despesas de Saúde em sede de IRS.

 

Quando o meu sogro começou com problemas de tensão, o médico de família deu-lhe uma prescrição médica para a aquisição de um medidor de tensão, com o objetivo de:

  • Não ter que se deslocar duas vezes por dia à farmácia e pagar pela utilização do medidor, que funciona a moedas;
  • Puder fazer as medições de tensão de forma controlada e pontual;
  • Ter uma máquina à mão em situações de indisposição;
  • A despesa com a máquina – não propriamente barata – pudesse entrar nas despesas de Saúde em sede de IRS.

 

Quando o meu marido foi diagnosticado com apneia do sono, a pneumologista que o acompanha na especialidade de Consulta de Sono prescreveu-lhe uma máquina para tratamento CPAP (não me peçam para traduzir, please….) e, assim:

  • O valor mensal da mesma é bastante diminuto, quando comparado ao preço para quem o faz a título particular (seria gratuito no SNS, mas como não temos médico de família e temos seguro de saúde, fizemos por aí);
  • O valor que pagamos mensalmente é enquadrado em despesas de Saúde em sede de IRS.

 

Mantenham estes exemplos em mente, OK?

 

Como paciente de Reumatologia por doença autoimune (uma daquelas em que os anticorpos decidem que é muito fixe atacarem o corpo do seu dono, só porque sim….), diagnosticada há quase 8 anos, foi-me explicado que não posso fazer esforços que pessoas normais fazem porque o meu corpo não reage da mesma forma ao cansaço. Indo ponto por ponto, a reumatologista avisou-me que tarefas como transportar sacos de compras, bacias de roupa lavada para estender, varrer, aspirar, passar a ferro, lavar roupa à mão, lavar chão, etc., teriam de ser evitadas devido ao esforço envolvido. Da mesma forma, quando o meu filho nasceu, fui alertada para os perigos de andar com ele ao colo, ir com ele à praia (o sol é motivo de crises em doenças autoimunes por estimular os auto anticorpos).

 

Aquando do diagnóstico, eu não tinha filhos e a crise andava longe, longe…. E contratei uma pessoa que me ajudava com as tarefas domésticas mais pesadas – porque outras contornei, pondo menos compras por saco ou menos roupa por bacia, por exemplo (E antes que perguntem não, nunca desmontei o meu filho para andar com ele ao colo….).

 

Mas veio a crise e, juntamente com várias opções de vida que tivemos de fazer, essa pessoa teve de ser dispensada. Assumimos nós as tarefas domésticas e agora, se quisesse resolver a situação de dor física em que me encontro, talvez tivesse que entalar (com talas, e não empalar…) o meu corpo todo.

 

Como isso não é viável - até porque, em formato Robocop, demoraria o dia inteiro só para me preparar para sair de casa – cheguei à conclusão que, para resolução imediata da minha situação clínica e reposição imediata do meu bem estar, necessito de uma prescrição médica para uma mulher-a-dias, com comparticipação pelo SNS e ainda com possibilidade de colocar o remanescente que seria pago por mim em despesas de Saúde (ou noutras quaisquer que me dessem maior reembolso) em sede de IRS.

 

Se quando alguém necessita de um tratamento termal prolongado, o mesmo é objeto de prescrição médica e pode ser colocado como despesa em sede de IRS, porque é que eu não hei-de ter uma prescrição médica para uma mulher-a-dias se é disso que eu necessito para ter qualidade de vida?!?!?!?!?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:19


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031