Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aqui, é o que me apetece!!

Não só o que me apetece, mas quando me apetece e sobre o que me apetecer! Tenho dito!... E vou continuar a dizer!



Quinta-feira, 21.08.14

Como alugar uma casa sem ser enganado

  • Se já moram em casa alugada, não esquecer que a saída deve ser comunicada ao senhorio mediante pré-aviso, por escrito, por carta registada, com 60 dias de antecedência à data prevista de saída do imóvel;

 

  • Alugar directamente a particulares, sem ser através de uma agência, aconselho apenas quando conhecem muito bem os proprietários, a casa e a situação financeira do imóvel: se tem pagamentos de empréstimo à banca em atraso, se tem pagamentos do condomínio em atraso… Em suma, se não existem quaisquer dívidas seja a que entidade for relativamente ao imóvel;

 

  • Num aluguer através de uma agência imobiliária convém assegurarem-se sempre da informação financeira do imóvel atrás referida. Se a agência não estiver na posse dessa informação, que a vá obter junto do proprietário;

 

  • Antes de começarem negociações, conheçam o proprietário;

 

  • As negociações deverão ser feitas sempre por escrito, com conhecimento do proprietário e com aceitação tácita, por escrito, por parte do mesmo. Só assim são vinculativas, uma vez que o mediador imobiliário é um mero representante comercial do proprietário e não o seu representante legal;

 

  • Aquando da assinatura da reserva do imóvel, que é, normalmente, quando se paga a caução ou um sinal, garantam que esse documento tem as seguintes informações:
    • Morada completa e correcta do imóvel;
    • Valor correto – em número e por extenso – do valor entregue à agência imobiliária;
    • Cláusulas indemnizatórias caso o proprietário cancele a assinatura do contrato (para garantir que, no mínimo, são ressarcidos do valor da caução / sinal entregue à agência imobiliária)
    • Documento a ser assinado por quem vai alugar, pelo mediador da agência imobiliária e pelo proprietário do imóvel
    • Indicação de daí a quantos dias será assinado o contrato de aluguer;

 

  • Mesmo depois de terem em vossa posse o documento atrás mencionado, devidamente assinado, não comprem nem um pionés para a casa que pretendem alugar. Só assim garantem não estarem a investir dinheiro em coisas que depois não vão precisar, caso o proprietário se recuse a assinar o contrato de aluguer;

 

  • Caso pretendam organizar uma lista do que eventualmente necessitarão de comprar, façam a pesquisa na internet: não gastem dinheiro a andar de loja em loja. Organizem a lista e depois do contrato devidamente assinado, vão então às compras;

 

  • Tudo o que for combinado com o proprietário deverá ficar registado em contrato, principalmente o que for diferente da Lei Geral do Arrendamento, como por exemplo: responsabilidade relativa à manutenção e substituição de equipamentos de cozinha; quem é responsável por pagar que contas, etc..;

 

  • Façam sempre contrato com inventário, isto é, onde conste um anexo ou uma cláusula em que é elencado tudo o que o senhorio deixa na casa e que deverá lá permanecer no dia em que deixarão de a habitar. Só assim têm a certeza de que não poderão ser acusados de ter levado o que não era vosso;

 

  • Lembrem-se que, sem contrato de aluguer devidamente assinado, não podem requisitar água, electricidade, gás ou qualquer outro serviço;

 

  • Peçam ao proprietário que vos informe de todas as regras de condomínio (caso aplicável) a fim de evitarem problemas por desconhecimento das mesmas;

 

  • Aquando da assinatura do contrato de aluguer (e se aplicável), peçam ao proprietário uma indicação precisa de data em que poderão ter as chaves da casa e de quando poderão mudar-se, a fim de puderem agendar tudo o que é necessário atempadamente: mudança, ligação dos contratos de serviços, etc..;

 

  • Lembrem-se que é sempre mais vantajoso ter os contratos de gás e electricidade do mercado livre, face aos inúmeros descontos oferecidos, mas não se esqueçam que a mudança de titularidade do contrato obriga sempre a uma inspecção / certificação por causa do gás e envolve um custo que poderá atingir, no máximo, 75 euros que devem ser pagos no dia da própria inspecção;

 

  • Caso da inspecção resulte a necessidade de fazer alguns reajustes, convém, igualmente, que já tenham combinado previamente com o proprietário quem pagará essas alterações, para não serem surpreendidos com despesas extra numa altura em que, por norma, todos os cêntimos contam;

 

  • Ao contratarem empresas de mudanças, lembrem-se que, na maioria das vezes, o barato sai caro: mais vale pagar por um camião grande com 4 homens uma média de 42,50 euros/hora, do que pagar 25 euros/hora por um camião pequeno e dois homens, que vão demorar o dobro do tempo a carregar e descarregar as coisas, além de terem que fazer várias viagens para transportar tudo. Avaliem muito bem quais as necessidades de transporte e tentem encontrar transportadoras que tenham feito serviços a amigos, a outros negócios da agência imobiliária, etc.. O importante é ter referências;

 

  • E, finalmente, um último conselho: ponham-se no lugar do proprietário antes de lhe proporem / falarem sobre seja o que for e tentem antever as eventuais reacções do mesmo, imaginando como vocês mesmos reagiriam se estivessem no lugar deles. Às vezes poupa-se muito mal entendido agindo desta maneira.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:20


6 comentários

De A mãe do Mano a 22.08.2014 às 09:30

Gato escaldado...
São informações bastante úteis.

De Mamã a 22.08.2014 às 13:33

A serem passadas a quem delas necessitar, tantas as vezes quantas as necessárias!

De J. M. a 25.08.2014 às 18:42

Post de extrema importância!

De Mamã a 08.09.2014 às 20:25

Yeap, nunca se sabe!

De marrocoseodestino a 10.09.2014 às 18:46

Pois aqui a menina mudou de casa há duas semanitas. Sim, sim a minha vida tem sido mudanças e mais mudanças. Será um tema a desenvolver entretanto. Ui quantas peripécias esta mudança não teve.
Quanto ao teus conselhos...felizmente que os segui todinhos.
Beijinho

De Mamã a 11.09.2014 às 10:06

Ai, Joana, se soubesses os desastres que estão por detrás deste post....
Sim, nós mudámos de casa mas não houve nada que não corresse mal na 1ª situação...
Vê tu que a casa em que estamos atualmente não era a casa para onde íamos mudar.... Felizmente.
Mas sofremos bastante...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2014

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31