Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aqui, é o que me apetece!!

Não só o que me apetece, mas quando me apetece e sobre o que me apetecer! Tenho dito!... E vou continuar a dizer!


Quarta-feira, 17.12.14

Decorações Livrólicas...

A sério que estou apaixonada pelos sacos da Bertrand.

Ah.. esperem já vos disse isto umas 3 vezes, não foi??

 

São tão lindos que ficaram a decorar a parca biblioteca da casa (que não há euros que aguentem a minha velocidade de leitura....):

 

DSC04725.JPG

As duas últimas aquisições foram:

DSC04726.JPG

Só me faltam 6 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 22:45

Quarta-feira, 17.12.14

Agradecimento ao Sapo Blogs e à Miúda

sapo blogs.png

Obrigada pelo destaque a 04.12, equipa do Sapo Blogs!!!! Eu vi!!!

follow friday.png

 E obrigada à Miuda, que destacou o blog do meu filho na Follow Friday de 05.12!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:16

Segunda-feira, 15.12.14

Confesso que...

... A acidez gratuita de certas pessoas é o suficiente para me deixar com os azeites.

 

É o tipo de mistura temperamental que, de bom grado, dispensava, até porque quando como saladas, como-as sem tempero...

Ou fico-me pelo sal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 13:41

Quinta-feira, 11.12.14

De filmes a séries, a TV no seu melhor

Nesta última semana consegui conciliar tudo: deveres domésticos, família, leitura e… televisão. YESSSS!!!

Vi dois filmes e dois episódios de uma nova série e dadas as peculiaridades de todos, resolvi partilhar.

 

Filme: Lucy de Luc Besson

lucy.jpg

É preciso gostar deste realizador, cujos filmes têm como característica principal ação do princípio ao fim e muitas coisas a ler nas entrelinhas. Das trilogias Transporter e Busca Implacável, passando por O Quinto Elemento, Joan D’Arc, The Big Blue e o incontornável Léon, o Profissional há um pouco de tudo e para todos os gostos. Até animação, com Arthur e os Minineus.

Mas chegando a Lucy…. Com Morgan Freeman e Scarlet Johansson nos principais papéis, o filme questiona milhares de anos de evolução da espécie humana e retrata o que possivelmente estará para vir. Nas últimas 24h de Lucy, esta passa de um ser humano normal, utilizando 10% das suas capacidades cerebrais, até que atinge a utilização a 100%, cruzando-se, algures no tempo, com outra Lucy: a 1ª mulher.

Se utilizarmos todo o nosso potencial cerebral, o que seremos? Como passaremos a ver e sentir o mundo à nossa volta? Continuaremos a ter lugar no mundo? Que capacidades extraordinárias desenvolveremos? Serão mesmo extraordinárias, ou apenas latentes à espera de serem aplicadas?

Vejam, não se dececionarão. E aproveitem para ter um resumo da evolução das espécies no nosso planeta, calmamente explicadas por Morgan Freeman, com imagens documentárias à mistura.

 

Filme: O Físico de Philipp Stölzl

O Físico.jpg

 Para quem gosta de filmes épicos, este é um a não perder, muito ao estilo de Ágora, com Rachel Weisz.

Antes de o ver já tinha detetado algumas coisas parvas, como a tradução para português do título original. The Physician deveria ter sido traduzido para O Médico e não para O Físico, porque acaba por desvirtuar o teor do filme.

Também há factos historicamente incorretos. Ibn Sina (sendo Avicena o seu nome na versão latina) existiu realmente: Pai da moderna medicina e do conceito de quantidade de movimento linear, fundador da Avicenismo e da lógica avicenista, percursor da pioneira psicanálise, da aromaterapia e neuropsiquiatria, e importante contribuidor para a geologia etc., etc.,…. Foi um importante cientista-filósofo islâmico sim, mas não se suicidou…

MAS… Se nos abstrairmos de tudo isto, temos uma visão bastante profunda de como foi a evolução da medicina através dos tempos e de todos os preconceitos e crenças que durante séculos a impediram de evoluir. Fornece-nos, ao mesmo tempo, uma perceção do periclitante equilíbrio estabelecido entre religião / ciência / poder político e de como um único facto podia ser  tão variadamente interpretado à luz de diferentes religiões.

Aconselho vivamente, até porque não se pode desperdiçar a oportunidade de ver Ben Kingsley em mais um desempenho notável num papel histórico – ainda que a estória que desempenha esteja incorretamente contada…

 

Série no canal SyFy: The Librarians (tradução à letra: Os Bibliotecários)

The Librarians.jpg

Para quem anda nas ruas de Lisboa não deve ter passado despercebida a estreia desta série, tantos eram os muppis espalhados por todo o lado. Começou esta segunda-feira, dia 8, às 22h20, por isso ainda estão muito a tempo de ver os primeiros dois episódios, sem os quais, estou em crer, perderão um pouco do desenrolar dos episódios que estão para vir.

Trata-se de uma espécie de spin off para série de televisão da trilogia «The Librarian»: O Bibliotecário - Regresso às Minas do Rei Salomão; O Bibliotecário - A maldição do Cálice de Judas e O Bibliotecário em Busca da Lança do Destino. Neles, Noah While era o Bibliotecário, tal como acontece no início desta série, na qual podemos ver alguns dos artefactos que ele consegue recuperar nos filmes.

 

Digamos que é tipo Indiana Jones :)

 

Para apaixonados por livros e bibliotecas, arte, literatura, arquitetura, arqueologia, mitologia e lendas, esta é uma série a acompanhar. Temperando tudo com personagens com inteligências muito acima da média, um sentido de humor que dispõe bem o espectador e artefactos antigos, mesmo para quem não gosta da «pitadinha» de ficção científica, é de aproveitar para ganhar mais conhecimentos e ver algumas das mais famosas bibliotecas e obras de arte que existem.

O casting é muito bem conseguido, cheio de caras que nos são familiares de outros tempos e de outros filmes / séries.

 

E não… Não vou desvendar o enredo.

 

 

É ficção a mais? Talvez, mas para quem gosta de tudo o que atrás mencionei, o que é que importa????

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:47

Quarta-feira, 03.12.14

Aos meus colegas da PT - Parte II

Sim, continuo a ter muito orgulho em ser PT.

Cada vez mais.

 

Sim, continuo a acreditar que a nossa força há-de suplantar todos estes momentos bizarros que vivemos: Não percebemos ainda, operacionalmente, no nosso dia-a-dia, o que a fusão com a OI nos trouxe, e já ela está sentada com a Altice a negociar a nossa venda.

 

E, neste cenário o que não muda?

Muda tudo.

Mudam as pessoas, sim.

Vemos colegas ir embora e dói.

Sentimo-nos cada vez mais sós, cada vez mais alienados, desejados por muitos - pelo menos, assim parece... - mas abandonados por outros tantos de quem se exigia mais.

 

Mas parem para pensar: por muito que as pessoas mudem, a PT é feita de pessoas.

Alguém há-de ficar para levar o barco para a frente, continuar a apoiar os nossos clientes e, como colegas, a apoiarmo-nos mutuamente.

 

Por isso, e uma vez mais, eu escolho acreditar.

 

Acreditar em nós, na nossa força de trabalho, de inovação e de apoio.

As maiores palavras de apoio que recebi ultimamente - porque também tenho dias menos bons e cinzentões - foram de um amigo que deixou a PT.

E por ele, como por nós todos, temos que provar que valemos a pena.

 

Escolho acreditar na atual Administração da PT Portugal, independentemente do tempo que aí permaneça.

Não, não os conheço pessoalmente, apenas trabalhei temporariamente com o Dr. Nuno Cetra quando fazia as férias do secretariado da administração da PT PRO. 

Mas acredito.

Porquê? Leiam isto e vejam como acabou.

Sim, escrevi ao Eng. Armando Almeida e ao Dr. Marco Schroeder.

E sim, recebi resposta através do Dr. Joaquim Correia, Chefe de Gabinete do nosso CEO. 

E não, não pensei que fosse receber. Mas aconteceu.

E se essa impossibilidade na minha cabeça aconteceu, porque não hei-de acreditar que terão um bom plano para nós?

 

E entre negociações de compra e vende, nós continuamos lá.

Na nossa casa, a qual temos que defender e manter.

E até algo estar decidido, é esta a nossa administração.

E eu escolho acreditar nela como acredito em mim.

 

EU escolho.

Porque prefiro desiludir-me - se assim tiver que ser - que viver diariamente desiludida.

 

E não, ninguém me pagou ou ofereceu o que quer que fosse para vos estar a dirigir estas palavras.

Esta sou eu e como escolhi viver o meu dia-a-dia na PT.

 

Não me venham de novo dizer que estas palavras de pouco ou nada valem se não forem precedidas de ações concretas. As ações concretas, como já afirmei, são desenvolvidas todos os dias, no meu posto de trabalho, na minha contribuição para o todo que é a nossa CASA.

 

A escolha é vossa, tal como foi minha e, uma vez mais, eu escolhi erguer a cabeça, não baixar os braços e acreditar. Com o orgulho que sinto em ser PT, acreditar em mim, em todos vós e que este Grupo continua a ser feito de pessoas para as pessoas.

Não nos podem mandar embora a todos, por isso, porque não trabalhar acreditando que ainda temos tanto para dar, tanto para inventar, tanto para oferecer!?!?!?

 

Colegas e amigos, tenham uns bons dias PT.

E que o espírito de apoio e união não vos abandone.

Que sempre que se sintam em baixo pensem nos vossos melhores momentos.... e que façam para que se repitam.

 

Abraços azuis!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 21:23

Quarta-feira, 03.12.14

Eu, Bertrandólica, me confesso

Bertrandólica - Parte 1

Sim, sim, não aguentei e tive que ir a uma das livrarias… Apenas para descobrir que, afinal, ainda não receberam sacos e crachás da nova coleção.

 

Como tinha estipulado 5 euros para gastar, agarrei num dos cadernos com a imagem da Bertrand do Chiado quando dei com os olhos nos Diários de Leituras… Verifiquei o saldo que tinha no meu cartão Leitor Bertrand e …. VOILÁ!!!! 

Diário de Leituras Bertrand.jpg

 Os 5 euros mais bem gastos de 2014!!!!

 

Serve como incentivo a retomar o vício da leitura.

Até porque há mais de um ano que não tinha um livro novo e a A.I.S. ofereceu-me este: 

gata.jpg

O cheiro a papel, a capa brilhante, o som do passar das folhas….

Sim, vou estrear o meu Diário de Leitura com este livro, apesar de ainda estarmos em 2014.

Eu mereço!!

 

 

Bertrandólica - Parte 2

Se eu já gostava desta livraria, depois do que assisti hoje, dificilmente me renderei a outra...

 

Graças às novas tecnologias, sabemos sempre os dias dos descontos e as promoções em vigor na rede Bertrand. Obviamente que o recurso às novas tecnologias para obter este tipo de informação não é extensível a toda a população sénior (apenas porque não utilizam estes equipamentos, entenda-se).

 

Estava na fila de espera para pagar o Diário e à minha frente estava uma senhora – de bastante idade – que queria comprar 2 livros para oferecer. Perguntou se eram bons ao que a resposta foi afirmativa.

Depois questionou se eram os de desconto de 50%, ao que a funcionária explicou que não, que como podia observar, aqueles livros não estavam marcados com os autocolantes de descontos.

 

A idosa hesitou: tanto eu como a empregada entendemos que pretendia levar os dois livros para oferecer no Natal (eram livros juvenis) mas que, eventualmente, sem o desconto não teria dinheiro para levar os dois….

 

A empregada perguntou:

- A senhora conhece as nossas 2ªs feiras de cada mês?

- Não. É alguma coisa especial?

- Sim. Temos sempre descontos em todos os livros. E a próxima 2ª feira é a segunda 2ª feira de dezembro….

(Para bom entendedor….)

- Pois…. Mas se calhar, quando cá voltar já não têm estes.

- Temos sim: dê-me o seu nome que eu guardo-lhos.

O olhar da senhora brilhava tanto que pensei que ia largar em lágrimas….

E a mim apeteceu-me dar a volta ao balcão e dar um beijo do tamanho do mundo na empregada.

 

Porque ser solidário também é isto….

 

Obrigada por existires, Bertrand…

Ainda que me faças sentir uma Bertrandólica em constante ressaca, MUITO OBRIGADA!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:05

Terça-feira, 02.12.14

SOCORRO!!!!!! Sou uma livrólica Bertrand!!!!

SOCORRO!!!

 

Quero um de cada, A SÉRIO!!!!!! 

sacos e crachas.png

 

caderno.png

   

Ah, e também quero a nova versão do Diário de Leituras Bertrand.... 

Diário.png

SOCORRO!!! 

VOU FECHAR-ME EM CASA E ESPERAR QUE ME PASSE!!!!

 

(Pai Natal, CAN U HEAR ME????

Os crachás e os sacos custam 1 euro e eu já tenho 2 sacos e 1 crachá.

Compreendo que não me possas enviar um caderno ou um Diário de Leitura, que são mais caros, mas quanto ao resto..... PLEASE!!!!

Ah... e despacha-te que isto são edições limitadas ao stock existente!!

Só mais uma coisinha: já te disse que o meu aniversário é a 30 de dezembro??? É verdade....)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 14:56

Quinta-feira, 20.11.14

Vícios, para que vos quero....

Não consigo fazer nada em meias tintas: do que gosto de fazer, gosto mesmo. De paixão.

E às vezes exagero de tal forma que tenho que fazer umas pausas.

 

Sempre fui uma apaixonada de tudo quanto é economato: canetas, blocos de notas, moleskin's, agendas, marcadores para livros, as recentes capas fashion para proteger livros, para tablet... ADORO!!! tudo o que complementa as minhas paixões. 

 

Não tenho meias tintas com a leitura, com a escrita...

 

Mas a capacidade financeira não dá  para tudo o que gostava de comprar, - só para não dizer que não dá mesmo para comprar nada.... - quer sejam livros, quer sejam capas de livros, blocos de notas....

E o Tempo, que felizmente, de uma maneira algo retorcida, não dá para comprar, não chega para fazer tudo o que gostaria de fazer...

E as pausas entre febres de paixões, quer por um destes motivos, quer por outro qualquer, vão-se prolongando.

 

E agora tenho paixão nova: o material da Bertrand.

 

Quando o meu marido me levou à Bertrand do Chiado, ofereceu-me um saco deles a que eu chamo «Livraria Portátil», porque é isso que ele diz.

 

DSC04703.JPG

No outro dia descobri os crachás da Bertrand. A febre não durou muito tempo, porque os aquários com eles desapareceram.... Só tenho mesmo este.

DSC04544

 

... Mas os sacos... Esses voltaram em novos modelos, em novos materiais, com outros dizeres e de várias cores. E, por 1 euro, eu nem sempre sou capaz de lhes resistir... Como a este, por exemplo:

DSC04700.JPG

 

DSC04702.JPG

 

Posto tudo isto, e como não sou masoquista, evito ao máximo ir à Bertrand.

 

Só que o meu filho tem uma vida social muito agitada, e eu ofereço sempre material didático infantil que compro lá a preços muito porreiros e quase sempre da Educare.

 

Por isso, já vou em 3 sacos, sendo que o que comprei hoje pendurei no móvel que tem a minha modesta biblioteca.

 

DSC04705.JPG

 Porque é, tão pura e simplesmente, a minha filosofia de vida... O meu sentir e o meu sonho.

 

Vale o que vale vindo de mim, uma viciada em potência na Bertrand (tivesse eu dinheiro....), mas se este Natal oferecerem algo que comprem numa das várias livrarias que existem por este país fora, ofereçam embrulhado num destes sacos espetaculares. A sério.

 

A mim, podem oferecer-me só o saco. De preferência diferente destes 3. Ficarei delirante 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 21:57

Sexta-feira, 14.11.14

Ao meu amigo Slice

A vida é puta.

E quando digo isto não estou a falar da mui nobre e mais antiga profissão do mundo, que nalguns países até já foi liberalizada. Falo de putice, assim mesmo, com todas as letras. 

Por vezes a vida nada mais é que uma sequência de putices seguidas que, nas tramas de uma grande canalhice, apanha tudo e todos. Sem exceção.

E, no que concerne a filhas de putices, encerro aqui o capítulo, pois que já dissemos tudo o que tínhamos a dizer. E, digasse em abono da verdade, nem vale a pena perder mais tempo com isso.

 

De amiga para amigo: custou-me mais esta despedida laboral. As amizades não saem beliscadas mas saem, e em muito, prejudicadas. Sei que estarás sempre à distância de um telefonema mas ainda assim...

 

Discutimos muitas vezes, pegámo-nos a valer e ainda cá estamos.

Porquê?, perguntas tu: porque somos farinha do mesmo saco. 

Somos impulsivos, impertinentes, defensores das nossas ideias e dos nossos amigos. E quando duas personalidades fortes como as nossas se chocam, o resultado não é sequer um acidente em cadeia, porque até aqui somos parecidos: os problemas são entre nós, nós resolvemos!!

 

És o amigo que perde a hora de almoço para andar comigo a «bater» FNAC's à procura de um CD com as músicas do Vasco do Oceanário só porque queres que o encontre e faça o meu filho feliz.

O colega com o ar alucinado e cabelo à surfista que soube conquistar a minha amizade e respeito. E que quando cortava o cabelo nem parecia o mesmo.

 

Repartiram a nossa equipa e ainda assim permanecemos unidos. Mesmo que não tenha aparecido em nenhum dos convívios que foram fazendo, sempre soubeste entender os porquês e aceitá-los, sem cobrar.

 

Obrigada por seres meu amigo. São pessoas como tu que fazem a minha vida mais rica.

São palavras como as que me disseste hoje que me fazem recuperar a vontade de lutar e a força que julgava a desvanecer.

E, por isso, te dedico as minhas primeiras palavras depois de um período de vontade de nada...

Uma vez mais, muito obrigada... Slice.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 21:40

Sexta-feira, 14.11.14

Procrastinar

v.t e v.i. 

1. Adiar para depois; fazer mais tarde;
2. Prorrogar para outro dia;
3. Usar de delongas; adiar de forma indefinida.
(Etm. do latim: procrastinare)

(in http://www.lexico.pt/procrastinar/)

 

Sim… Tenho-me limitado a listar os temas acerca dos quais pretendo escrever.

A lista já vai longa… Tal como a falta de inspiração para o fazer.

São estes dias cinzentos: só dão vontade de fazer coisa nenhuma enquanto lá fora chove….

 

Prometo que este fim de semana respondo a todos os comentários que têm feito aqui e no blog do Salvador... JURO!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Mamã às 19:43


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031